sexta-feira, 27 de junho de 2008

22

A você, dois patinhos.

nem na mão
nem voando.
A nadar...
Há um horizonte a ultrapassar
do mar
profundo, imenso, azul, tempestuoso...
Vai em ondas.
O mar e todo o resto.
Mas dois patinhos
sempre a nadar.
O horizonte guarda muito.
Inclusive crepúsculos.

Um comentário:

Daniel disse...

Ai linda!
Brigado!
Adorei!
=*