quinta-feira, 19 de junho de 2008

"Não fuja
Não seja distante
Não chore em silêncio
Não ria calado
Não prenda um afago
Que a vida é tão linda
Que a vida é tão livre...
Não faça do medo
cavalo indomável
Estanque a lembrança
escute a loucura
E deixe doer
a luz nos seus olhos
E deixe a alma amar
que ela é alada..."
B.M.

Tipo isso...

Um comentário:

Úrsulla disse...

Olá! Gostei das suas poesias. São doces e para mim devem ser bem analisadas, já que nem sempre entendo tudo de primeira. Parabéns! Beijos!