segunda-feira, 25 de maio de 2009

20 COISAS QUE EU GOSTARIA QUE VOCÊ SOUBESSE

  • Acesso seu blog todos os dias na esperança de ler sobre algo que descobriu ou sentiu, mas 98% das vezes me deparo com o mesmo;
  • Penso em você muitas vezes por dia e sempre me pergunto se você faz o mesmo;
  • Na verdade, sempre acho que minhas atitudes, pensamentos e sentimentos não são recípocros;
  • Me encho muito de alegria quando você liga;
  • Eu choro lembrando de você, da gente;
  • Preciso muito de palavras e sempre sinto falta das suas, principalmente nesta distância em que palavras são um dos poucos meios de alcance;
  • Sempre fui um bocado imprudente com meus sentimentos, mas carrego o mínimo de auto-preservação. Poderia te amar muito mais se você deixasse;
  • Um dia quero ter metade da praticidade que você mostra ser dono. Parece ser mais fácil viver com ela;
  • Uma das suas coisas que me instigam é o mistério. Até hoje, tento descobrir, aos poucos, como passar da superfície dele. Parece impenetrável;
  • Acho você super particular. Apesar das intimidades, não me lembro de me sentir totalmente íntima a você;
  • Me apaixono cada vez que você me olha profundamente e levanta suas espessas sombrancelhas, com um sorriso contido nos lábios acompanhando. Quase sempre termina com sua mão na minha bochecha;
  • Choro sempre que lembro de cada uma dessas vezes, porque foram algumas das poucas ocasiões em que você disse que me amava, mesmo sem dizer;
  • Falando nisso, nunca esqueci dos seus olhos a quatro dedos de distância dos meus no dia em que te conheci;
  • Às vezes acho que você só me procurou por carência, outras vezes acho que você não sabe o que é isso, e em outras insisto em achar que você gostou mesmo de mim;
  • Só você me deixa cara a cara com minha melancolia;
  • Minha rotina complicou sem você;
  • Eu te amo e gostaria mesmo de não me importar que você quase nunca expresse isso dizendo ou pronunciando silenciosamente esta frase;
  • Imagino que você ache demonstrações de afeto bregas demais... ridículas, como "DRs" e esse post. Mas elas são deliciosas... Bom mesmo é não temer o ridículo.
  • Não me arrependo de nada em relação a nós, mas gostaria de ter passado o carnaval com você.
  • Minhas amigas acham que você não merece minha dedicação porque parece não corresponder suficientemente e dizem que estou cega e ilusionada de paixão. Seja isso ou não, as coisas que disse nos tópicos acima são o que penso, sinto e quis dizer... Antes de tudo sou fiel aos meus pensamentos e sentimentos.

2 comentários:

Gláucia Cristina disse...

Coisas que aprendi nas aulas de filosofia, toda segunda e quarta à noite:
- Segundo Schopenhauer, o que move a humanidade é a vontade.
- A vontade é um objetivo inalcansável, uma vez que nunca cessa
- A única forma de driblar a vontade é usando a razão.

Às vezes, o melhor é pensar nos problemas racionalmente, mesmo que pareça muito frio/calculista/sem coração. Isso se chama "auto-preservação", característica instrínseca a todo ser vivo, humano ou não.

fotografiasempreconceito disse...

Relacionamentos são um pouco mais do que confidência. São constantes exercícios de amizades e carências que um dos lados ceda.

Viu! Eu não zuei.